• Grasiela Lima

Entenda os aspectos econômicos da nuvem

Conheça os principais aspectos econômicos da nuvem e como auxiliam as organizações a acelerarem o setor de inovação.


As vantagens das plataformas em nuvem vão muito além da praticidade, facilidade e segurança dos dados. Há também os aspectos econômicos que compensam, e muito, o investimento nessa tecnologia.


Dentre os principais, estão redução de custos, aumento de produtividade do time, maior agilidade nos negócios e resiliência operacional. Em seguida, entenda melhor esses quatro benefícios e como, juntos, auxiliam as organizações a acelerarem o setor de inovação.


Aspectos econômicos da nuvem


Neste artigo, você saberá mais sobre os quatro principais aspectos econômicos da nuvem:

1. Redução de custos;

2. Aumento de produtividade;

3. Maior agilidade;

4. Resiliência operacional.


1. Redução de custos


As organizações que incluem as plataformas em nuvem na estratégia comercial reduzem gastos com TI. Dentre eles, infraestrutura, como CAPEX (despesas de capital) e OPEX (despesas operacionais) em relação à hardware, software, redes, instalações, operações e atualizações do datacenter; e folha de pagamento, já que as soluções em nuvem oferecem suporte.


Com a nuvem, as empresas pagam somente pelo que necessitam. Durante época de pouco uso, utilizam menos recursos e, durante períodos de pico de demanda, o sistema redimensiona esses recursos para oferecer a performance precisa.

Além disso, a computação na nuvem tem um menor Custo Total de Propriedade (CTP) - avaliação real do valor de um produto ou serviço e dos seus custos de manutenção.


2. Aumento de produtividade


Ao diminuir ou zerar atividades operacionais, os funcionários ganham mais tempo para trabalhar no que realmente importa para o negócio crescer. Dessa forma, há uma melhora na eficiência e produtividade da equipe.

Outra vantagem é para pequenas empresas, que geralmente têm recursos limitados e pouco tempo para os testes de lançamentos.


3. Maior agilidade


A praticidade da nuvem permite que as empresas tenham mais tempo para investir em novos lançamentos de produtos e serviços. Com a nuvem, é possível realizar mais testes e corrigir erros rapidamente.


Por exemplo, mudar a localização ou atualizar um data center próprio pode ser bem complexo e demandar muito tempo. Entretanto, atualizar um servidor na nuvem é muito mais prático e rápido. Além disso, a responsabilidade fica por conta do prestador de serviço.


Caso o servidor da empresa atinja sua capacidade máxima, também é burocrático e lento o processo de nova instalação. Já a nuvem traz escalabilidade ao negócio, pois upgrades e downgrades acontecem de maneira facilitada.


4. Resiliência operacional


Interrupções imprevistas por causa de violações de segurança, falhas de hardware, problemas de software ou erro humano podem ter um alto custo para as empresas. As plataformas em nuvem podem aumentar a resiliência operacional e evitar esses gastos altos de interrupção da TI.


A disponibilidade e segurança proporcionadas pela nuvem melhoram os SLAs, ao mesmo tempo que diminuem riscos não previstos. Em alguns casos, é possível reduzir a inatividade operacional em até 57%.


Mas, para potencializar os aspectos econômicos da nuvem, é fundamental realizar o controle de custos em nuvem.


Está na hora de investir em nuvem e ter os benefícios dos aspectos econômicos para o seu negócio?


Entre em contato com nossa equipe, vamos te ajudar nesta jornada!

13 visualizações0 comentário